remediado, deslumbrado, acha fino reclamar.

A tempestade parecia ter passado. Ela se deitava no chão enquanto aquilo não passava, mas passou, como tudo passa. Mas quando levantou para ver da janela, viu o céu nublado. Chuva ácida. Notou que aquela chuva que se aproximava foi fruto das suas próprias escolhas… Do erro de saber que estava errando, e mesmo assim continuava por achar divertido. Sabe-se que quem brinca com tesouras, no fundo só pode se machucar. Mas ela procurava desculpas dizendo que a tesoura é sem ponta, de cabo de borracha e minúscula, capaz de atingir seu enorme ego, que agora, depois te ter conseguido o que mais queria na vida, era intocável. Bullshit. Tentou escapar algumas vezes mas sempre que escutava o “Não pode” aí é que ela queria mais e mais. O proibido fascinava. O escondido irritava. O andar de mãos dadas era algo raro, saudoso.

Um bar, vazio. Uma mesa e dois lugares. Como sempre ‘filmificava’ as experiências e mesmo sem ter como, pensa em como extrair aquelas imagens e colocar no seu HD externo para assistir sempre que der saudades, todos os dias. Ou até levantar de novo do chão, não deve demorar, vai passar.

Continuava a menininha de sempre, que um dia, após ver sua colega sair da escola chorando escreveu em seu caderno “Deus, me deixa ter, eu agüento sofrer, quero saber como é”. E ela viu, duas, três vezes. Acredita-se que a próxima vez será a última, disseram por aí. Ela espera, porque não agüenta mais ser engolida por mais de 6 milhões de habitantes.

O terremoto já te levou tudo que tinhas, menina. Vamos levantar e construir tudo de novo?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s