Errar é humano, reconhecer é sublime.

Já escutaram essa expressão? E sabe o que mais? Se informar é essencial.

SPFW terminou essa semana e mais uma vez o que chamou atenção do evento foram os seus corredores.  Eu sou a favor que para entrar num evento desses, como todo congresso, você tem que provar vinculo com o meio, sabe? SPFW é o maior evento do calendário da Moda Brasileira e acaba fugindo do foco principal que é mostrar o que nossos criadores prepararam para a próxima temporada. É um evento de negócios, é muita grana envolvida e tem gente que não entende isso. Abre um blog (gratuitamente), diz que vai participar do SPFW e por isso se sente incluída no fantástico mundo da Moda. Então deixa eu contar uma coisa pra vocês:

Eu vim pro Rio com esse sonho cego de ser bem sucedida e viver feliz trabalhando com o que eu sei/amo fazer, moda. Na primeira oportunidade que tive de visitar um Fashion Rio eu fiquei muito empolgada jurando que ia assistir todos os desfiles. Pra quem não sabe, entrar no evento não te dá garantia de assistir nenhum desfile nem muito menos frequentar os lounges onde você tem acesso a bons drinks com gente bacana e descolada. Entrar num evento de moda assim basta ser sorteada em uma promoção qualquer (como eu já fui), se impiriquitar toda e ir lá tirar foto, MAIS-NADA. Não vou mentir nem esconder que nunca fiquei na porta da sala de desfiles pedindo convite, o que acontece… quando sobra, tem gente que dá ingresso na porta e você acaba entrando. Dura 15 minutos, mas para muitos que estão sentados (ou em pé trabalhando) aqueles 15 minutos são 3/4 meses de muito trabalho.  A sala ta lotada de jornalistas, compradores, estilistas, assistentes, fotógrafos, pessoas que precisam de tudo aquilo pra fazer a roda girar. Estudantes de moda são muito bem vindos mas quando assistem aquilo com os olhos brilhando e dizendo “um dia será a minha vez” e não pensando “vou postar no instagram”.

A moda precisa de gente que sonha, gente determinada, porque vou contar pra vocês não é fácil não. A gente passa por muita coisa até conseguir chegar naqueles 15 minutos viu? Como toda profissão, eu sei, mas é a gente que trabalha com moda acaba sendo taxados como fúteis e vazios devido às pessoas que nunca estudaram moda, não sabe o que falam e pior não tem o básico (que a gente aprende na escola mesmo) o senso crítico.

Todo mundo já viu e riu, do vídeo que a Glamour fez no SPFW essa semana inspirado nesse vídeo aqui e fez o maior sucesso… muito mais sucesso na minha timeline quando se descobriu que uma das blogueiras entrevistada era de uma da minha cidade.  Além de rir, todo mundo criticou, o vídeo, a Glamour, as pessoas entrevistadas. Eu achei uma sacada muito boa da Revista que no final diz: “quer se informar? lê a Glamour” com uma tapinha de luva a Glamour disse “pára de ver as figurinhas e LÊ a revista mulher…” Muito o que a gente vê na Revista é informação básica pra quem quer se meter nesse mundo. Combinar a saia de pedraria com a transparência é algo que a engenheira de materiais agrícolas com especialização em granito sabe fazer e se brincar melhor que tu. Escrever isso em um blog até a engenheira faz também e com um português melhor que o teu. Porque né? Para entender o que é uma unibota não precisa entender de moda, entendendo que dois corpos não ocupam um mesmo espaço já é o suficiente.

Eu agradeço a Glamour que não expôs os nomes das meninas que deram entrevistas jurando que estavam “abalando” porque iriam aparecer, porque olha, virar chacota nacional não é nada legal. E sim, se você quer trabalhar com moda você tem que saber SIM os nomes de pessoas BÁSICAS E ESSENCIAIS desse mundo e reconhecer que errou é um passo bem legal nesse processo, nada que um “ai gente, to começando agora…” não resolva. Diz na Bíblia que Quem teme ao Senhor está aprendendo a ser sábio, quem é humilde é respeitado. (Pv: 15:33)

Mas enfim fica o recado: Fashion Week não é brincadeira, é negócio, é dinheiro e é isso que faz eu, você e muita gente correr atrás do que todo mundo faz todo dia de manhã: colocar comida dentro de casa.

Voltando a programação normal eu aconselho ao maquiador da Amapô a viajar um pouquinho porque isso é importante pra quem trabalha com processo criativo e evita fazer um comentário esdrúxulo como o dele :(

bjs;

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s