On my way

Campina Grande, abril de 2014

Saí do trabalho 4 horas antes do voo decolar porque tava morrendo de medo de perder o voo por conta do trânsito ao mesmo tempo a possibilidade de passar 4 dias em Campina me assustava um pouco. Da última vez que estive lá, sábado a tarde, a cidade parecia fantasma, não se via ninguém na rua e aquilo me incomodou um pouco. O marasmo de Campina me deixa nervosinha.

Mas como menosprezar uma cidade que construiu com você grande parte da sua história? Foram 4 dias que pareceram 1 semana. Intensos.

IMG_3742[1]

Na sexta feira começou o tour friends cg city. Mesmo sendo feriado, os melhores estavam ali pra me ver ❤️ Campina é tão fofa que tive tempo até de tirar aquele cochilo pós almoço depois de comer carne de sol na nata. Acordei e fui tomar sorvete no kilo, com todas as porcarias possíveis e pagar só R$6. Me senti rica demais! A noite de sexta foi uma das mais divertidas, velhos amigos, uma rede e muito pão com queijo coalho. Engraçado,  nada, absolutamente nada, mudou. As risadas soltas continuam as mesmas, os planos grandes e a raiva de não ter mais tudo isso perto de mim.

foto 1

Claro, velhos fantasmas voltaram pra me assombrar, outros voltaram pra me fazer sorrir hahaha é muito engraçado a relação que tenho com a cidade, estou em casa mas não estou.

Sábado de aleluiaaaas! Pool Party Paraíba, apenas crianças brincando com uma go pro e suquinho de uva. Conheci o novo shopping de Campina, o Partage no qual me dei conta que só mudou o nome hahaha saí com velho amigo de faculdade, visitei minha tia e comi pastel doce com carne moída, de lei ❤️ Meu buchinho de verme apenas aumenta.

foto 2

Corri pra um aniversario de 80 anos de prima da tia avó da minha mãe e ela pediu pra ir “bem linda visse?” Adoro como minha mãe ama escutar que eu sou a cara dela. Quando fui pega-la em casa, a gente realmente tava uma a cara da outra, um par de jarro genético ❤️

foto 3

Acabou? Não, mas ja ta tarde né mamãe? Ta tarde pra pegar os barzinhos de Campina abertos. 00:30 e eles já estavam expulsando a gente de lá :( mas a gente sempre arruma o que fazer! Nem que seja de surpresa. Nem que seja fulerando com a amiga. Nem que seja wtf hahaha Queria ficar o máximo possível acordada ali, talvez isso tenha feito meu feriado durar tanto.

Sem dormir mesmo, carreguei uma galera pra o litoraaaal! 1:30h é o que eu gasto em um engarrafamento no Rio, homi, vamos a la playa! Água quentinha, areia limpa e bastante espaço para um dia de feriado. Que domingo de páscoa abençoado! Não tinha como não parar e agradecer a Deus pelas raízes que deixei naquele Estado! Nesse corre corre eu ainda não tinha visto nem meu pai hahahaha mas seu Cirino tava me esperando naquela noite de domingo pra reclamar do joelho e dizer mais uma vez: “vou começar a caminhar…”

foto 4

foto (1)

Segunda feira deu pra falar de negócios, comer um picadinho no Bananal e almoçar, finalmente, em casa. Senti muita saudade de dirigir e cantar enlouquecidamente, de sair de casa atrasada e chegar adiantada, pagar R$6,50 numa caipirinha de um barzinho bom e de me sentir completa. Meu tempo e dinheiro duraram mais, meus sorrisos também. Mas quer saber? Não tenho a menor vontade de voltar a morar lá, porque não quero nunca mais deixar de ter feriados assim!

:)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s