Ela disse adeus

“Vou sair pra ver o céu Vou me perder entre as estrelas Ver de onde nasce o sol Como se guiam os cometas pelo espaço e os meus passos Nunca mais serão iguais”

Eu escutava essa música do Paralamas há uns 10 anos  quando eu sonhaaaava em sair de casa e dominar o mundo,  o quanto seria massa conhece-lo e sei lá… viajar. Eu pensava que ia ser assim, facim. Sair do país é uma experiência esmagadora, animadora, solitária, frustrante, que te desperta e que te trás muitos presentes, diversão… é muito doido. Se eu tivesse um conselho a dar seria: saia da casa, diga adeus a papai e mamãe e bote a cara no sol, monaa!

Esse post é como um dos vários escritos aqui, ele começa com um adeus. Hoje eu me despeço da cidade dividida por dois momentos, duas casas, três idiomas e várias pessoas. Rennes, minha pequena Rennes <3

IMG_0604

IMG_0602 (1)

Se passaram oito meses e sinceramente não tenho como descreve-los assim num post de despedida. Foram tantas emoções, bicho. Tanta barreira que eu tive que transpor, tanta risada, tanta gente especial, tantas lágrimas, tantas situações no qual eu me senti uma retartada. Tantas as vezes que eu odiei esse lugar e tantas as vezes que eu engoli seco e disse: VAMOBORA. E pesssoas, elas são sempre sensacionais né? :D  E tive a melhor flatmate de ma vie! ♥ Foram 4 meses sem nenhum stress, de companheirismo e muitas risadas, o mundo precisa de mais pessoas como você Raphys!

 

Rennes foi uma surpresa maravilhosa, um lugar que me fez me sentir em casa, um pontinho no meio da França que no qual eu descobri uma França genial! Incrivelmente eu consegui ir de norte à sul, do leste ao oeste desse país, coisa que eu nunca planejei fazer, fui movida pelas oportunidades *e feriados* que surgiam e mermão, eu andei demais minha gente… (ps. faltou bordeaux e Marseille)

IMG_0603 IMG_0146

Agora é época de achar que ainda tenho 22 anos e correr atrás do prejuízo de viver, eu acho que passei tempo demais decidindo o que queria da vida sem experimentar realmente o que eu queria da vida, acabou que em 8 meses eu fiz tudo o que eu nunca imaginei que queria fazer. E sabe o que é melhor disso tudo: é que ainda tem muito maaaaais!!!

 

Tinha dias que batia uma depressão e uma vontade de desistir. Eu sentia que tava perdendo tempo de experiência de mercado ou que eu tava perdendo simplesmente tempo. Hoje me encontro quase lisa, procurando um emprego que ainda não veio mas completamente realizada pelas escolhas que eu fiz! Nada nesse mundo paga esses 8 meses e o turbilhão de coisas que eu aprendi por aqui. Eu só preciso olhar pra trás pra ter certeza que o que me espera lá na frente ainda é muito mais animador!

IMG_0148 (1)

“Ele ganhou dinheiro Ele assinou contratos E comprou um terno Trocou o carro E desaprendeu A caminhar no céu E foi o princípio do fim”

Então graças a Deus porque eu joguei tudo pro ar, vendi tudo que tinha e deixei tudo pra trás! Avante que o mundo é grande demais e ta se acabando ligerim! Próxima parada: Rebecca’s Brazil tour rááá!

Anúncios

Um comentário sobre “Ela disse adeus

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s