RESUMÃO DUKEKEUFIZ

MAOEEE

Olha só quem esta de volta! :D E acho que perdi o costume de escrever porque passei 10min olhando pra tela esperando a inspiração divina baixar e não baixou.

Porém, de acordo com meus cálculos (ou arquivos do blog) última vez que eu postei algo relevante aqui foi em Agosto! Foram 2 meses de greve criativa e forçada com um único intuito, parecer inteligente para sociedade quando eu disse que estava ~ocupada com minha dissertação~. But I’m back baby! I’m back :)

Mas Rebecca nesses meses vai me dizer que tu nada fez? Nada aproveitou? Não né gente, rebecca viveu um tico. E esse post pode ser chamado de RESUMÃO DUKEKEUFIZ! :D

Nesses meses morando em Paris eu aproveitei pouco a cidade, era verão e eu passava meus sábados enfurnada dentro de casa vendo o sol brilhar. Em alguns momentos de “ah fodasi eu vou sair” visitei lugares e eventos legais que vou contar aqui.

Verão em Paris consegue ser bem cruel… Se você pensa em visitar essa cidade no verão, venha não! haha o glamour vai todo embora, você sua feito uma poica e tem as famosas suvaqueiraaaas francesas! #brinks Mas se você não curte frio, tempo bom pra visitar aqui é entre final de Agosto e setembro. O clima ta bem agradável e faz sol :D #dica

MAIOKEKETUFEZ?

Jardim de Luxembourg

Mais alors, além de melhorar 2% o meu francês eu tirei um sábado de calorzão e fui pro parque (me) cozinhar. Fomos fazer pic-nic no Jardim de Luxembourg, parque gratuito, lindão, no centro de Paris. Quer dizer não sei se é no centro mas é ali, bem acessivel :D Esse parque entrou na lista dos meus preferidos, mas ainda quero ir no Parc des Buttes Chaumont e nos jardins de Monet (em breve). Mas o Jardim de Luxembourg é assim, lindo. E como muitos castelos daqui foi residência de alguém, bem que poderia ter sido a minha se tivesse wifi e netflix. Mas hoje lá funciona o senado Francês. É um parque que tem umas atividades culturais bem legais, quando eu cheguei tinha uma orquestra tocando no coreto da foto abaixo… É só pegar a cadeira, sentar e curtir.  Lá dentro tem umas fontes bem bonitas também, acho que vou voltar lá no outono e fazer um post especial :D 

IMG_2484

Rock en Seine

Mas aí ainda no clima de sol e curtição eu fui com uns amigos pra um festival de música chamado Rock en Seine. Evento extremamente organizado, tranquilo e justo. Justo porque o ingresso custou 35€ e tinha bandas bem boas como Stereophonics, Interpol e Years & Years. Lá dentro a gente tinha bebedouros para encher as garrafinhas de agua, for free. Pra comer não era caro, com dispositivo de pagamento via mobile a gente pagava tudo sem filas. Falando em filas a dos banheiros duravam sei la, 3 minutos? Dava pra andar, correr, dar cambalhotas tudo ao mesmo tempo com o espaço que tinha. Assim gente, aprovadíssimo.

IMG_2480

IMG_2483

A ida/volta de metro foi super tranquila também!

Nuit Blanche

La nuit Blanche é uma noite de atividades artísticas espalhadas por toda a cidade e que dura a noite inteira (dai o nome Nuit Blache, noite em claro na versão brasileira Herbet Richards) Aconteceu no começo de outubro, é tipo uma virada cultural sabe? Pessoas pra lá e pra cá, visitando e participando de instalações. Essa noite eu tinha planejada para ficar em casa e adiantar a dissertação o maximo que eu pudesse. Mas daí tinha uma instalação perto da minha casa e decidi ir… o que me levou a outra e a outra e a outra #viciante Resultado: cheguei em casa às 2h da manhã e foi extremamente divertido. Ah, e é tudo de graça :D 

IMG_2490

Versailles

Em um domingo aí eu fui no castelo dar uma volta com os familiaressss… A gente ficou só do lado de fora mesmo, na parte que é gratuita. Porque neah so assim a gente sobrevive ao passeios não financeiramente planejados. Eu não aconselho a quem vem a Paris ir em Versailles só conhecer a parte gratuita, porque é longe e po se tu ta em Paris pra conhecer a cidade para de chorar e paga o ingresso ne? Euzinha, posso chorar, choro sempre.

IMG_2493

Viram como é possível ser feliz em Paris sendo pobre? Sou expert. Essas redes sociais é só mentira gente, acredita nisso não! :D

Nesse meio tempo aí eu ainda me mudei e quem acompanha no snapchat (rbccrn) viu o sufoco que foi e outras cozitas mááás. Tentei editar os vídeos do snapchat pra por aqui mas esse meu computador do milhão não reconhece os formatos dos videos e demora 34 dias para converter então até eu comprar um computador que me permita ser mais multimídia, fiquem aí cas foto!

beeeeajs

Anúncios

Marseille – A cidade

Falei pra vocês que Marseille era simpatiquinha num falei? Então deixa eu mostrar como ela poderia ser uma das cidades no qual eu me sentiria em casa se resolver ficar pela França de vez.

Marseille primeiro tem praia isso já conta 100 pontos na escala rebequichter. A minha vida depois do Rio nunca mais foi a mesma e saber que o mar vai estar sempre ali pros momentos de lazer e de stress é como saber que minha mãe vai ta sempre ali pra me dar colo. Eita, acaba de ganhar mais 100 pontos, são 200 agora.

IMG_2116

Segundo, Marseille é uma cidade barata para os padrões franceses. Meu amigo divide um apartamento e um aluguel de 780€ num apartamento ENORME, com 3 quartos e varandão, vizinho a estação de trem/metro. Ganhou 265 pontos porque a pessoa morar na praia e pagar barato vale isso, segundo estudo.

E vamos aos fatos? Acordamos tarde, porque acordar um corpo morto da trilha do dia anterior foi bem difícil e decidimos ir almoçar e passear :D Almocinho bem praieiro, Moules frites! Que são mexilhões e fritas, delicinhaaaa! Não é um prato típico da França ta? é belga. E enche o bucho maravilhosamente bem.

IMG_2117

Partiu turistar. Fomos na Basílica Notre Dame de La Garde. Fica no topo da cidade de é um ladeirão pra subir, tem ônibus urbano que vai até la bem de boas. Acho até uma boa pagar o bilhete do dia inteiro que custa 5,50€ hein. Enfim, as fotos la de cima são bem legais.

IMG_2118 (1)

Partiu vieux port, ou porto velho como diz nativo em português haha Lá existem vários restaurantes e é bem agradável sentar aos arredores pra ver a vida passar. Achei bem legal o teto de espelho que eles tem #intervenção

IMG_2119

Partimos para o MUCEM que eu não sabia o que era porque a gente tinha comido tanto no almoço que a gente queria só fazer a digestão e sentamos por perto :D Mas de acordo com o google é um museu chamado Musée des Civilisations de l’Europe et de la Méditerranée e que tem uma vista muito legal. O ponto alto do passeio era o tal pôr do sol que no dia anterior a gente tinha perdido, voltamos pra lá… Pegqmos o metro pelas caridadessss! #morta  O nome do local é Palais du pharo, é um parque gratuito a com vista para o mar aberto.

IMG_2122

IMG_2126

Merci Khalid pour ce bon weekend :D

A gente cogitou ir pra Îles du Frioul mas todo mundo pirangou 10€ haha e perdemos :( O local é lindo também! Fica pra próxima :)

IMG_2071

Roubei do facebook alheio

Fim do passeio básico em Marseille, depois do meu encantamento por Nice e sua praia maravilhosa, Marseille ganhou meu coração por ser mais barata :D 

Fim de viagens em 2015 #deprê

 

Marseille – France

Voltemos à programação normal!

Verão por aqui ta acabando e a tristeza no meu coração esta começando a chegar aos pouquinhos mas aí deram 1 dia de folga e o que rebecca faz? Tira o dia pra se dedicar a dissertação COMPRA UM VOO PRA CONHECER MAIS UMA CIDADE eeeeeeee \o/

Começando a aventura com um despertador que não tocou e eu desesperada acordando catando os troço e chamando um Uber. Opinião de quem usou o Uber 2 vezes, achei normal. Mas eu amo demais não ter que tirar dinheiro da carteira, a corrida é debitada do seu cartão de crédito. E mesmo se vc não tiver com seu cartão em mãos rola Uber sim, praticidades da vida né gente? #adoro

CHEGUEI PRAIAAAAAAAAA

O que me falaram de Marseille? Que era a segunda cidade mais perigosa da França e eu tive uma ideia de uma cidade suja e feia, mas olha a cidade é muito simpatiquinha!  Começamos o trabalho indo para os calanques de Sugiton que fica bem ao lado de Marseille, 20m de busão, na cidade vizinha chamada Assis.

IMG_2071

IMG_2069

Existe a possibilidade de ir de barco o que custa  de 16€ a 30€, depende da companhia mas a gente foi de expresso canelinha a partir do ponto onde o ônibus deixou a gente. Eu, atleta sqn + acordada desde as 4:45 no susto sofri muito pra andar tudo aquilo. São 50 min de trilha… E eu com a minha mania de fazer trilha no Rio com espadrilhe, nessa daqui não ia dar muito certo não, a bicha é dificil. Fui com meu tênis que saiu do guarda roupa pela 2 vez na vida. Mas eu venciiii #yeah

IMG_2070

IMG_2074

Eu pensava que a agua seria mais fria, mas tava no grau. Depois de 50 min embaixo do sol ardendo e passando no mêi dos mato… paraíso!!! Levamos comida pro almoço e passamos o dia la :)

IMG_2075 IMG_2072

IMG_2069

Na volta a gente subiu tudo e ja sabem o resultado né? faleci. Mas a gente ainda tentou ir ver o pôr do sol no Palais du pharo mas tava nublado, quéééén. Mas dai no outro dia a gente voltou la e tava lindão, mas vai ficar pro outro post pra ter foto la ne? hahaha

Fim de expediente naquele dia, enterro do meu corpo seria as 22h no colchão da sala.

La Fête Nationale Française – France

Olaaaaaaaaaaar meu povo!

Como anda essa vida? na santa paz! Respondo por vocês.

Então, tentando retomar o ritmo de posts (no qual minha dissertação não me proporciona maiores tempos de dedicação a esse humilde blog) pensei que seria legal compartilhar com vocês o “7 de setembro” francês. La Fête nationale française ou bastille day ou dia da queda da bastilha ou dia de feriado eeeeeeeeee

tamanho

Aqui quando o feriado cai na quinta ou terça os franceses chamam “fazer a ponte” conhecido pelos brasileiros como “emendar o feriado” e eu sempre escutei isso que  T-O-D-A-S AS EMPRESAS FAZIAM ISSO mas aí… a minha não faz, rá. Mas quem liga ne? Tivemos feriado do mesmo jeitooo :)

Fiquei super empolgada de ir pras ruas e ver as pessoas com bandeirinhas e sendo super orgulhosas de serem francesas PORÉM, Paris tem tudo menos Francês ne? haha turista pra todo ladoooo! A avenida Champs-Élysées lotada, tudo muito organizadinho pro presidente passar.

IMG_1400

O desfile é meio chato mas quando os caças da força area francesa passa por cima da geral soltando as corezinhas da banheira EITA CORAÇÃO! Lindjimais.

IMG_1401

E aí acaba tudo, meu amigo François Hollande passa e todo mundo fica no meio da rua pra lá e pra cá. Eu voltei pra casa porque o calor não tava dos mais agradáveis e a “noite” (19h) eu voltei pra área da Torre Eiffel pra ver a taaaal queima de fogos. Me falaram que para ver legal tinhq que ir pro Camp de Mars (gramado em frente a torre) e presaria chegar muito cedo. Mas estava humanamente impossível chegar até lá e a gente optou por ficar um pouco mais longe. A queima começa as 23h e eu cheguei as 19h ne? Isso pra mim é cedo demais. Na estação Trocadeiro onde tem um grande terraço com vista pra torre estava fechado :( ENFIM esperamos 3h pra um espetáculo mais significativo que lindo. Mais significativo porque P@**4 , EU MORO EM PARIIIIIIIIIIIIS AAAAAAAHHHHHHH ♥

IMG_1402

Depois vi no youtube que o lugar que eu tava nem era dos melhores, num deu nem pra escutar músiquinha :( Que inclusive teve até música brasileira tocando! Quem tiver paciencia de assistir 30min de fogos na frente do computador, ta aqui video Lindão! 

Esse ano o 14 de Julho “deu as boas vindas ao mundo” e tocou músicas das principais nacionalidades que visitam/moram no país, controverso porém sobre imigração falarei em outro post mais polêmico porque esse aqui é só alegria.

Agora imagina se essa cidade investisse em uma festa de ano novo?

Mas é isso, achei que compartilhar esse programa de indio evento seria uma boa pra tirar esse blog das moscas :) 

Semana que vem tem surpresaaaaa :D Acompanhem no snapchat (rbccacrn)

BêÊêjuuu

Ela disse adeus

“Vou sair pra ver o céu Vou me perder entre as estrelas Ver de onde nasce o sol Como se guiam os cometas pelo espaço e os meus passos Nunca mais serão iguais”

Eu escutava essa música do Paralamas há uns 10 anos  quando eu sonhaaaava em sair de casa e dominar o mundo,  o quanto seria massa conhece-lo e sei lá… viajar. Eu pensava que ia ser assim, facim. Sair do país é uma experiência esmagadora, animadora, solitária, frustrante, que te desperta e que te trás muitos presentes, diversão… é muito doido. Se eu tivesse um conselho a dar seria: saia da casa, diga adeus a papai e mamãe e bote a cara no sol, monaa!

Esse post é como um dos vários escritos aqui, ele começa com um adeus. Hoje eu me despeço da cidade dividida por dois momentos, duas casas, três idiomas e várias pessoas. Rennes, minha pequena Rennes <3

IMG_0604

IMG_0602 (1)

Se passaram oito meses e sinceramente não tenho como descreve-los assim num post de despedida. Foram tantas emoções, bicho. Tanta barreira que eu tive que transpor, tanta risada, tanta gente especial, tantas lágrimas, tantas situações no qual eu me senti uma retartada. Tantas as vezes que eu odiei esse lugar e tantas as vezes que eu engoli seco e disse: VAMOBORA. E pesssoas, elas são sempre sensacionais né? :D  E tive a melhor flatmate de ma vie! ♥ Foram 4 meses sem nenhum stress, de companheirismo e muitas risadas, o mundo precisa de mais pessoas como você Raphys!

 

Rennes foi uma surpresa maravilhosa, um lugar que me fez me sentir em casa, um pontinho no meio da França que no qual eu descobri uma França genial! Incrivelmente eu consegui ir de norte à sul, do leste ao oeste desse país, coisa que eu nunca planejei fazer, fui movida pelas oportunidades *e feriados* que surgiam e mermão, eu andei demais minha gente… (ps. faltou bordeaux e Marseille)

IMG_0603 IMG_0146

Agora é época de achar que ainda tenho 22 anos e correr atrás do prejuízo de viver, eu acho que passei tempo demais decidindo o que queria da vida sem experimentar realmente o que eu queria da vida, acabou que em 8 meses eu fiz tudo o que eu nunca imaginei que queria fazer. E sabe o que é melhor disso tudo: é que ainda tem muito maaaaais!!!

 

Tinha dias que batia uma depressão e uma vontade de desistir. Eu sentia que tava perdendo tempo de experiência de mercado ou que eu tava perdendo simplesmente tempo. Hoje me encontro quase lisa, procurando um emprego que ainda não veio mas completamente realizada pelas escolhas que eu fiz! Nada nesse mundo paga esses 8 meses e o turbilhão de coisas que eu aprendi por aqui. Eu só preciso olhar pra trás pra ter certeza que o que me espera lá na frente ainda é muito mais animador!

IMG_0148 (1)

“Ele ganhou dinheiro Ele assinou contratos E comprou um terno Trocou o carro E desaprendeu A caminhar no céu E foi o princípio do fim”

Então graças a Deus porque eu joguei tudo pro ar, vendi tudo que tinha e deixei tudo pra trás! Avante que o mundo é grande demais e ta se acabando ligerim! Próxima parada: Rebecca’s Brazil tour rááá!

Vale do Loire – França

Eita que eu to com a gota! Quando eu comecei esse blog eu nunca imaginei que eu iria alimentá-lo tantas vezes, delícia :D

Então, eu e minha flatmate embarcamos numa excursão de colégio (cursinho de francês) pra vistar os ricos castelos do Vale do Loire, interior da França. Consiste em uma área de mais de 300 castelos que datam do século X atééé num sei quando :P, lá  se concentra o maior número de castelos em todo o mundo. Só que, tivemos a grande ideia de ir pra uma festa na noite anterior e esquecemos de voltar pra casa a tempo de fechar os olhos… O ônibus partia as 6:15 da manhã e as 6h estavamos catando tudo pra não perder o bonde! Eita carreira! Conseguimos :D E claro, as novinha aqui não é mais novinha né? a gente chegou no primeiro castelo se arrastando por 3L de água e um sofazinho mais próximo.

vários efeitos na foto e um óculos escuros, estamos novas!

O primeiro castelo que visitamos foi o Château de Blois e que a gente viu em 5 minutos. Não me encantou muito… cidade era mais interessante, bem bonitinha como todas as cidades do interior da França. Minha opinião, o Château de Blois pode passar batido viu?

   

Blois

Levamos um banho de chuva bem básico pra acordar pra vida e seguimos pra conhecer outro castelo, o Chenonceau, do século 11, que pra mim foi um dos mais lindos! E que tem uma história muito legal, ele foi construído (ou mandado construir) exclusivamente por mulheres, ele é conhecido por “castelo das damas” e deve ser por isso que ele é tão lindão! Há dois jardins no castelo e um labirinto de plantas que são maravilhosos. Quando você visita é possível adquirir o audio guiado junto com o bilhete, existe em várias línguas e o áudio é um Ipod! Daí você mesmo pode ver videos, fotos e mudar a língua quando quiser #interatividade

   

Pena que a excursão foi mal planejada porque tivemos pouquíssimo tempo pra explorar o castelo :( ps. escrevendo esse post notei que no papel da excursão tinha uma visita ao castelo de Saumur que parece ser bem lindão e a visita não aconteceu! #procon Mas olha que lindão:

Chateau de Saumur, Saumur, France

#chatiada

No dia seguinte o tempo deu uma melhorada e fomos visitar outro castelo bem interessante, o Fontevraud que na verdade não é um castelo é uma abadia que já foi prisão, igreja, monastério, necrópole, djabo a 4 e que foi fundada em 1101. Funcionou durante muito tempo como monastério mas foi transformado, durante a revolução francesa, em prisão, que funcionou ate 1963. Inclusive um dos ex-guardas ainda mora na cidade. Porém, ao meu ver, prisão e monastério não tinha diferença nenhuma uma vez que os religiosos não tinham direito a fazer absolutamente nada, até pra comer eles tinham apenas 45 min só que 20min era de leitura da bíblia antes de comer haha e só podia comer 2 vezes ao dia #Deeeeusquemelivre

E sabe aquelas cantorias religiosas que a gente conhece como canto gregoriano? Então, o prédio dava muito eco e como eles não tinha um microfone pra fazer todo mundo escutar o que era dito, eles cantavam as informações. A guia cantou pra gente e foi muito bonitinho. É interessante porque eu que já to cansada de ver igreja por aqui, pela primeira vez vi uma igreja completamente vazia, sem bancos, sem santos sem vitrais, ela por dentro é toda branca, sem nada.

 

Hoje o espaço é destinado, além de visitas turísticas, eles fazem shows! Imagina que massa um show dentro de uma igreja! No primeiro andar tem um espaço de artes muito massa. Uma instalação com barcos e bastões pendurados que fazem barulho de cristais quando se batem (não sei descrever sons, bjs) e depois de toda a história de prisão e gente ficando doida por conta da castidade e bla bla bla você viaja na instalação. Hoje a abadia é considerada patrimônio mundial pela Unesco e uma informação interessante é que arqueólogos ainda trabalham no local e a guia disse que a cada visita que ela faz, uma informação nova é adicionada pois eles ainda estão descobrindo muitas coisas sobre o local. Enfim, almoçamos por lá e aproveitamos o sol que fazia tempo que a gente não via.

Eu estudando cof cof

 

E aíííí pra terminar o final de semana, fomos para o Chateau de Brissac que pertence a família Brissac que é tem um vinho que é delícia! O castelo em si é bonitão e é engraçado ver as fotos da família espalhados pela casa, a gente ta acostumado a ver quadros de pessoas que parecem personagens mas quando você ve um piano cheio de fotos em preto e branco e algumas até coloridas cai a ficha de que: pessoas viveram mesmo aqui. O massa desse castelo são duas coisas:

1– Existe um teatro de ópera dentro do castelo porque a dona simplesmente queria ser cantora lírica e txum vou ~fazer meu próprio teatro~, #básico e

2– Esse é castelo de Caras hahahaha A revista mentirosinha que manda os artistas para tirar foto lá dizendo que é o castelo de Caras, pia mermo! A entrada é €10 amor, tem nada de glamour viu? Até eu fui capa da Caras depois dessa.

pia a foto do castelo de caras hahaha

   

O fim de semana se findou e foi um passeio que valeu muito a pena. Quem quiser conhecer mais castelos faz uma busca aí no google que tem uns lindões e venham no verão pra não ter a infelicidade de tirar fotos na chuva. Ah! Outra coisa, existe um passeio de balão por lá que dá pra ver todos os castelos de cima, andar de balão é algo mágico, fiz isso na Turquia e me apaixonei! Nossa viagem saiu por €85, baratim :)

eu fingindo ser feliz :D

  A próxima viagem nesse blog seria para Barcelona mas ~eu perdi o vôo~ quéeén.

Então, até sei lá quando :)

Normandia – Étretat

Madrugamos porque queríamos ver as famosas falésias de Étretat (ok nem tão famosas assim, mas eu achei a foto no google e pilhei a galera de ir). A cidade ficava 1:30 do Camping e a gente foi só-pra-ver-a-lindeza.

Lindeza sou eu não gente, olhem lá pra trás! x)

Lindeza sou eu não gente, olhem lá pra trás! x)

No trajeto a gente passa pela ponte da normandia, nem sou muito fã dessas coisas de engenharia, mas olha, a bicha é bonita. Para passar por ela paga um pedágio e a moedinha é bem daquelas que da vontade de guardar na carteira, quando você compra ida e volta ela é usada pra você pagar a volta.

 

Fazia um dia lindo, aleluias! E étretat é uma cidade bem pequena e fofa no cantinho da Normandia, longe daqueles rebuliço da guerra. Essas falésias são feitas de calcário e de tão linda foi retratada nas pinturas de Claude Monet em 1883 e Gustave Coubert em 1869, omg ♥

 

A gente não demorou muito na cidade porque tinha uma galera no carro que precisava pegar um trem de Rennes, mas fomos nos dois pontos das falésias, d’Aval e d’Amont. Tem trilhas ja abertas pro pessoal e que me fizeram lembrar que eu preciso voltar a fazer exercício :( Eu só fui numa banda e na outra banda eu fui pela metade porque eu tava morrendo sem ar, me arrependi… a vista é espetacular e eu: preguiçosa. Sobre a praia, ela é feita daquelas pedrinhas e bastante confortável pra se deitar #sqn

 

O acesso a cidade é bem difícil ou seja, se você não tiver de carro, talvez dificulte a chegada. Porém existe um busão que sai da cidade de Le Havre que vai pra Étretat mas não sei quando custa :( Mas opção tem :D

 

Enfim, foram 3 dias intensos e essa viagem entrou para a mais barata ta história… sério, ao todo eu gastei €130, assim, TUDO, €130. Comida, transporte, entrada dos museus, hospedagem… A gente rachou tudo, se divertiu demais e além da mais barata entrou para a galeria de melhores viagens da vida :)

valeu galera!

Próxima parada: Vale de Loire, fui visitar uns castelo aí!